terça-feira, 21 de agosto de 2018

P: Centelha

Somos centelhas,
alguns ovelhas
Queimar;
Esforçamo-nos a queimar
a nos queimar
empurramo-nos a queimar
Queimar e só queimar

Obrigamo-nos a expurgar o pus colocado ao mundo
por nós e para nós
O melhor meio para purificarmos
nós mesmos
a purificação via putrificação

A trágica e concedida,
Necessária vivencia de todos os dias
com misturas
Formam teoria de evolução
que a olho nu não é revelado

Com alta concentração de energia para produzir reação nuclear é possível fragmentar a cerne 
compreender e ver a vida como ela é

Somos centelhas expurgando-nos à purificação 
Somos centelhas 
Quanto tempo quantas vidas... 


E o tempo é único
Domina e só domina
Oprime se assim preferir, aqui ou em outro tempo
O único exato, espalha o pus das feridas e 
as cicatriza

Só ele, o tempo decide quando o tempo está pronto
Quando o tempo surgir
siga-o, respeite-o 
o tempo é seu tempo e de ninguém mais 
Quando ele aparecer esteja preparado

Expurgados para a purificação
Expurgamo-nos e assim será 
aqui 
assim, sempre será 
expurgados para a purificação

Seu tempo irá dizer
Qual é seu tempo?